Dicas do livro “Nada para Vestir”

photo-1525507119028-ed4c629a60a3

O desfile do semestre está se aproximando, por isso fizemos um resumo  do Livro “Nada Para Vestir” do Consultor de Moda e Stylist Arlindo Grund, no qual podemos encontrar várias dicas sobre composição de looks e tipos de corpos.

GRUND, Arlindo. Nada para vestir: aproveite ao máximo o seu guarda – roupa e arrase em qualquer ocasião. São Paulo: Planeta, 2015.

Guarda roupa multitarefas, assim como você!

A maneira como você se veste determina como vão te tratar e a maneira que você vai agir, autoestima e autoconfiança são fundamentais para arrasar.

Roupa é comunicação, deve estar inserida no contexto do ambiente e ocasião. As regras podem ser quebradas, mas deve-se saber onde.

Peças Básicas:

Arlindo listou como básicas, entre outras, as peças: blazer, top – lingerie, camisa de chambray, jaqueta de couro, jaqueta jeans, calça jeans, vestido preto, camisa branca, trench coat , saia preta. Sapatos: sapatilha, sandália rasteira, mocassim, scarpin preto, bota cano longo, tênis.

Trajes para festas:

Para ele, os trajes para festas devem ser atemporais, um acessório pode dar uma nova vida ao look.

Vestidos: coquetel, vestido preto, cintura marcada e saia rodada, ampulheta, linha  A. O modelo tomara que caia fica melhor para mulheres com pouco seio.

Quanto mais formal o evento, mais longo é o vestido. Outros fatores que devem ser considerados são: horário,local e clima.

O casaco de festa ideal tem o mesmo comprimento do vestido, ou na altura do quadril quando longo. Outras opções para o frio são o xale e a pashmina.

Calças: podem ser usadas se a mulher optar por um smoking, ela deve caprichar na maquiagem e nos acessórios.

Sapatos: salto, sapatilha de bico fino de verniz ou com pedrarias.

Acessórios: pérolas de vários tamanhos e cores. Peças ou de metal, ou de ouro, com maxi colar deve ser usado brincos pequenos. Se os brincos forem grandes, não se deve usar colar. Usar conjunto de brinco, colar e anel também é permitido. Cuidado com o excesso de brilho se o evento for de dia.

Bolsas: quanto mais formal o evento, menor a bolsa. Bolsas grandes não devem ser usadas. Clutches com alça, carteiras, bolsas bordadas, com pedrarias combinam com vestidos longos.

Cores:

A cor é o elemento mais forte e imediato de impacto no nosso visual. Dominar o uso das cores pode poupar tempo e esforço.

As cores preferidas:

Azul: simpatia, harmonia, intelectualidade, divino, muito usado em ambientes corporativos.

Verde: terrestre, natureza, fertilidade, esperança, tranquilidade e segurança.

Vermelho: força, coragem, paixão, fetiche. Diante de uma explosão de cores, é a que mais incomoda.

As cores menos apreciadas:

Marrom: preguiça, sujeira, ótimo para decorações por ter tonalidade de madeira. No vestuário, é considerado um tom que combina com tudo.

Rosa: sensibilidade, fragilidade. Em alguns ambientes e cargos não é a melhor opção, quando combinado com marrom, fica forte e com personalidade.

Cinza: nublado, deve ser usado com cores cítricas para causar impacto ou com branco e azul.

Círculo cromático de Itten:

Melhores maneiras de mesclar os tons:

Cores complementares: opostas no círculo. Ex: laranja e azul.

Cores análogas: lado a lado no círculo. Ex: azul e verde.

Tríade: triângulo. Ex: violeta, laranja e verde.

Monocromia: mesma cor, diferentes intensidades. Se usar diferentes texturas traz criatividade ao look. Para saber quais cores ficam melhor em você, o melhor jeito é provar e observar em frente ao espelho e com luz natural. Combinar a cor da meia calça com a cor da roupa ou do sapato é menos arriscado.

Trabalho:

A roupa de trabalho precisa demonstrar solidez, evite tendências e muito corpo amostra. Vista-se de acordo com o seu ambiente de trabalho. Priorize tecidos com qualidade, confortáveis e de fibras naturais ou tecnológicas para a pele respirar.

Estilos:

Estilo formal: alfaiataria, ternos, blazers, calça reta, saia reta ou evasê, camisas, vestido, bijuterias, lenços. Qualidade, clássico, conjuntos, um elemento de destaque, cor, acessório. Cores neutras, tom sobre tom, diferentes texturas, estampas geométricas.

Acessórios: bolsa de tamanho médio, modelo estruturado. Adequar o acessório com o ambiente, metais nobres, pedras naturais, pérolas, broches, pulseiras discretas e que não façam barulho. Sapatos: salto, sapatilha de bico fino.

Estilo casual: peças com design esportivo, peças vintages, paletós, jaquetas, calças de alfaiataria, jeans, cáqui. Blusas, camisetas, camisas: jeans, branca, estampada. Vestidos, bermudas e shorts na altura do joelho.

Acessórios: bolsa de estilo mais descontraído como a mochila, bolsa carteiro e de couro. Sapatos: sapatilhas, mocassins, oxford, tênis, botas. Colares, brincos e acessórios, mas nada em excesso.

Você e suas formas:

O autor fala sobre reconhecer o corpo e que uma das melhores maneiras para isso é despindo-se na frente de um espelho e se perguntando sobre suas formas, para aprender a exaltar o que mais gosta e disfarçar o que menos gosta.

– Apostar nos truques de tons e estruturas, caimento e forma são ótimas maneiras de disfarçar e ressaltar.

– As cores escuras e os tecidos fluídos geralmente ajudam na sensação de emagrecimento. Enquanto as cores claras, brilhantes e os tecidos com muita textura deixam o corpo mais volumoso.

– Sapatos com bicos afunilados alongam as pernas e os de bico quadrado encurtam.

– Calças e saias de cintura alta não caem bem em quem tem seios grandes.

Tipos de Corpo:

Triângulo: quadris largos, cintura fina, ombros estreitos. Para valorizar: deve-se aumentar a linha dos ombros e suavizar o quadril.

Sinal verde: tudo que chamar a atenção para a parte de cima do corpo, calças e saias retas.

Sinal amarelo e vermelho: estampa na parte de baixo do corpo, calça flare, blusa com peplum na altura dos quadris.

Triângulo Invertido: ombros largos, quadris estreitos e pernas finas. Para valorizar: equilibre as proporções entre a parte de cima e a de baixo.

Sinal verde: saias com listras horizontais, blusa e vestido com decote frente única.

Sinal amarelo e vermelho: decote tomara que caia, xale, blazer ou casaco de corte quadrado, estampas chamativas na parte de cima.

Oval: largura da cintura maior do que a dos ombros e quadris.

Sinal verde: tudo que tire o foco do meio do corpo, casaco mais longo, saia que vá até a altura dos joelhos.

Sinal amarelo e vermelho: roupa de malha, decote tomara que caia, calça de cintura baixa, calça de boca afunilada.

Retangular: ombros, quadris e cinturas praticamente da mesma largura. Para valorizar: deixar o corpo mais feminino e com a cintura marcada.

Sinal verde: camisa, casaco, blazer acinturados. Peças com detalhe na cintura.

Sinal amarelo e vermelho: mangas largas, roupas largas, blazer ou casaco de corte quadrado.

Baixinhas:

Sinal verde: sapatos com salto, look monocromático, listras verticais.

Sinal amarelo e vermelho: cintos, sandália gladiadora, barra italiana, saias rodadas.

Arlindo ressalta no final que “o mais importante de tudo é: divirta-se com as suas roupas, divirta-se com a moda. É para isso que ela existe: para fazer as pessoas únicas, originais, mais bonitas e mais felizes”.

Esse foi o resumo do livro “Nada Para Vestir” do autor Arlindo Grund. Vale ressaltar que, na postagem, foi evidenciado apenas as partes consideradas mais válidas para estudantes e amantes da moda, mas o livro conta com muito mais conteúdo e dicas! É importante lembrar, também, que as regras e o conteúdo do livro são uma visão do autor, não uma lei universal.

Se você se interessou pelo resumo, não deixe de ler o livro, pois não vai se arrepender.

Texto: Letícia Frana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: