Acabamentos de costura

Você cria uma peça, desenha, modela, corta e na hora da costura bate aquela dúvida de qual acabamento escolher não é mesmo?! Essa postagem vai facilitar na hora da escolha, vamos falar hoje de diversos tipos de acabamentos.

Bainha: na galoneira, pode ser usada com 2 agulhas e 3 agulhas simples, ou com trama, mas para essa última opção a máquina precisa estar bem regulada. 

Viés: na galoneira, geralmente colocado com um aparelho que já faz a dobra dele, você pode definir a quantidade de viradas, para 1 virada é recomendado 2 agulhas e para 2 viradas 1 agulha na galoneira. 

Overlock: na overlock 3 fios, é uma costura estreita, ela faz uma reta paralela à parte que está sendo limpa e um zigue, já refilando o excesso do tecido. 

Corte a fio: é utilizado geralmente em peças que é difícil aplicar bainha ou viés, como quando tem babados, muitas curvas ou que tenham caimento similar. A peça não vai desfiar por causa da estrutura da malha. 

Costura inglesa: ótimo acabamento interno, primeiro une avesso com avesso e deixa todas as rebarbas para o direito. Após, você deve deixar uma margem de costura maior em um dos lados para rebater, deixando uma sobra de tecido embutida e a outra parte estará rebatida na parte certa do tecido. 

Barra à Mão ou Invisível: agrega sofisticação e limpeza para a peça, pois como é costurada pelo avesso, não fica nem um sinal de costura pelo lado direito da peça. 

Barra de Lenço: na máquina reta, pode ser feita sem ou com o auxílio de um aparelho que dobra a barra duas vezes e com uma largura tão estreita que forma um rolo fino. Após a barra passar pelo aparelho ela é costurada bem no centro da dobra. 

Barra Italiana: é feita na overloque e na máquina reta e montada de forma que a sua dobra fique para fora da peça.

Bainha em godê: uma das diversas formas de fazer bainha em godê é fazer uma espécie de revel para o corte. Esse revel vai se encaixar ao ser costurado direito da saia com o direito da tira, depois vire a tira para o avesso e faça uma costura rebatendo. 

Costura Francesa: é feito um acabamento no avesso, igual ao acabamento no lado direito. Primeiro se junta avesso com avesso, em seguida você vira a peça para o direito e faz uma nova costura, fazendo com que as rebarbas fiquem embutidas dando um acabamento resistente e que não desfia. Para realizar esse processo é importante deixar uma margem de costura maior, para ter tecido suficiente nas dobraduras. 

Barra Simples: produzida na overloque e na máquina reta, para fazer basta dobrar o término do tecido na largura que se deseja e costurá-lo com o ponto simples da máquina reta. Para tecidos que desfiam é necessário primeiro passar pela overloque para depois ser costurada na máquina reta. 

Debrum: é um método de acabamento com que se costura uma tira dobrada sobre a orla de um tecido para rematar ou segurar a trama. além de reforçar a costura, também evita que as bordas desfiem. 

Essas são apenas algumas opções de acabamentos entre as tantas que existem, é sempre bom pesquisar e adequar conforme a sua ideia, tecido e necessidade, existem vários sites que trazem informação sobre isso, além de plataformas como o Pinterest. 

Texto: Letícia Frana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: