Curiosidades da História da Moda Brasileira: Feiras de Moda

A terceira postagem da Série: “Curiosidades da História da Moda Brasileira” fala sobre as feiras de moda realizadas no Brasil. Isso tudo, com base no livro “História da Moda no Brasil: das influências às autorreferências” dos autores: Luís André do Prado e João Braga, que está disponível na biblioteca do campus.

As Primeiras Feiras de Moda do Brasil

Uma das primeiras feiras voltada para a área da moda no Brasil que se tem registro, foi criada em 1958 em São Paulo, realizada no Ibirapuera e foi chamada de Feira Nacional da Indústria Têxtil – FENIT. Era realizada anualmente e tinha como objetivo divulgar os negócios do setor, tecidos, maquinários, criadores e coleções de moda feitas no Brasil. Além dos stands com produtos, haviam desfiles também. As primeiras edições foram fracassadas, pelo alto custo dos produtos e pela falta de aceitação dos produtos nacionais. A feira era aberta ao público geral, bastava comprar o ingresso e entrar. 

A partir da década de 70, houve um aumento nas feiras de negócios, inclusive no setor têxtil. Começaram as feiras de maquinário têxtil, fiação e tecidos, confecção e varejo, fazendo com que as feiras ficassem segmentadas.

Na década de 80 foram realizadas mais de 30 feiras, em vários estados brasileiros, mas as principais eram concentradas em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. Alguma delas foram: Feninver no RS, Moda Sergipe e Feira de Moda no Centro-Oeste.

Um grande problema enfrentado desde o início, era a falta de periodicidade nas feiras que geralmente eram realizadas uma vez por ano, mas o setor de moda exigia que o tempo fosse menor para que elas se adequassem com as estações. Algumas feiras seguiram esse pedido, mas o período forte sempre foi o verão, até pelo parque fabril brasileiro que quase não investia em produtos para o inverno. 

Outra grande feira criada em 1980, foi a Feira Nacional de Tecelagem – FENATEC em São Paulo. Com o objetivo de atender exclusivamente os fabricantes de tecidos. A média anual do público na FENATEC, que era realizada em três edições no ano, girava em torno de 80 mil visitantes. Assim como a FENIT, a FENATEC foi extinta após a venda da empresa que as coordenava.

Com o tempo foram surgindo outros eventos, como a Fast Moda em Salvador e a FENIN em Gramado. Também vale destacar o Festival da Moda de Fortaleza e a Feira minas Mostra Mulher por suas repercussões nacionais.

Atualmente:

 As principais feiras hoje em dia que acontecem no Brasil são: São Paulo Prêt à Porter, Première Vision São Paulo, Fenin Fashion Outono/Inverno, Agreste Tex, Salão Moda Brasil, Fenin Fashion São Paulo, Fenin Fashion Verão, Febratex, Signs Nordeste, Go Tex Show, Expovest ,Fashion Weekend Plus Size e Fevest – Feira Brasileira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-Prima.

Para mais informações sobre elas, acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/feiras-e-eventos-do-setor-de-vestuario,2d83080a3e107410VgnVCM1000003b74010aRCRD?origem=segmento&codSegmento=12

Acessando o site do link acima, você verá todos os eventos citados especificando cada um deles, região, segmento, estação e muito mais.

Texto: Letícia Frana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: