Curiosidades da História da Moda Brasileira: Sindicatos e Associações de Moda

A quarta postagem da Série: “Curiosidades da História da Moda Brasileira” fala sobre os Sindicatos e Associações de moda no Brasil. Isso tudo, com base no livro “História da Moda no Brasil: das influências às autorreferências” dos autores: Luís André do Prado e João Braga, que está disponível na biblioteca do campus.

Os Primeiros Sindicatos e Associações de Moda

A partir da década de 1930, o Brasil passou a ganhar mais representação de sindicatos de moda, um dos primeiros foi o Sindicato Patronal dos Costureiros de São Paulo, criado em 1936, por alfaiates e costureiros. Deste, se desmembrou o Sindivest e o Sindiroupas e mais muitos outros, o primeiro representava a indústria feminina e infantil e o segundo a confecção masculina de São Paulo. Ambos tiveram reconhecimento nacional, além disso eles tinham como atividades a prestação de serviços aos associados, negociações coletivas e salariais.

Com o sucesso do Jeans na moda, os produtores sentiram a necessidade de criar uma entidade que representasse essa cadeia, então em 1982 foi fundada a Associação Brasileira do Jeans (Abrajeans), que logo de início conseguiu representação em 15 estados do país. Em 1986, foi remodelada e sua representação se voltou para as confecções, ganhando o nome de Associação Brasileir da Vestuário (Abravest).

Havendo a necessidade de ter uma organização que representasse os criadores de moda brasileiros, em 1983 foi criada a Associação Brasileira dos Estilistas de Moda (Abemoda) no Rio de Janeiro e em 1984 a Associação da Alta Moda Brasileira (Aambra) em São Paulo, separando prêt – à – porter e alta – costura. Eram membros das Associações, estilistas e empresários do ramo. Além das reuniões, realizavam desfiles, exposições e books de tendências. A Abemoda existiu por seis anos e a Aambra por três, ambas foram dissolvidas por falta de patrocínio, visibilidade e falta de engajamento e entendimento entre os associados.

Em 1986, surgiu a Câmara de Moda do Rio de Janeiro, com o objetivo de fazer com que os grandes eventos de moda voltassem a ser realizados no Rio de Janeiro, também pretendiam reorganizar o calendário de moda brasileiro, mas a Câmara não teve boa adesão e se extinguiu com menos de um ano de existência.

Para representar a cadeia têxtil nacional, em 1989 foi criada a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Unindo forças e interesses de indústrias, sindicatos, confecções, representando mais de 30 mil empresas brasileiras.

A Associação Brasileira de Estilistas (Abest), foi criada em 2003 para lutar pelos direitos jurídicos, representativos, logísticos e políticos dos criadores de moda atuantes no Brasil e comercializar seus trabalhos também no exterior. Em 2010, já contava com 53 marcas associadas que juntas exportavam para mais de 48 países, mostrando resultado ao processo de internacionalização iniciado.

Atualmente:

As principais associações do setor nos dias atuais são: Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Associação Brasileira de Estilistas (Abest), Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), Associação Brasileira de Químicos e Coloristas Têxteis (ABQCT), Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem), para ver mais entidades e informações sobre cada uma, acesse o link abaixo que levará a matéria do Sebrae “Moda: conheça as associações e entidades do setor no Brasil”.

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/conheca-as-associacoes-e-as-entidades-da-moda-no-brasil,f451088ec0467410VgnVCM1000003b74010aRCRD

Texto: Letícia Frana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: