Diário da Quarentena:Podcast Baseado em Fatos Surreais

Imagem retirada do Instagram @bfsurreais

Algo que tem ganhado cada vez mais espaço na atualidade são os podcasts. Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. Conseguimos encontrar na internet, até de graça. Pode ser temático ou trazer diversos assuntos e discussões. 

Eu comecei a ouvir podcasts há pouco tempo, comecei com indicações de professoras, depois os anúncios nas plataformas foram me chamando atenção e já posso dizer que estou completamente rendida a eles. Hoje a minha indicação é o Baseado em Fatos Surreais. 

O Baseado em Fatos Surreais é um podcast criado em 2016 onde as autoras Marcela Ponde de Leon e Sheylli Caleffi abordam tanto temas comportamentais como diversidade e igualdade de gênero, quanto temas específicos do dia a dia, interpretando histórias de outras mulheres como se fossem delas e tudo de maneira anônima e em primeira pessoa. O podcast tem o propósito de estimular o desenvolvimento humano através da arte de contar histórias. 

“Contamos histórias de outras mulheres em primeira pessoa, como se fossem nossas, mas sempre compartilhadas com empatia, intimidade e leveza. Onde o assunto é a VIDA e o detalhe o SURREAL.” 

Marcela Ponce de Leon é Co-Founder, diretora e produtora do Baseado em Fatos Surreais e host do CreativeMornings São Paulo, atua há mais de 10 anos em marketing e comunicação, focada em plataformas digitais. Formada em História e Biblioteconomia pela USP, com MBA em Marketing e especialização em Planejamento Estratégico pela Miami Ad School. 

Sheylli Caleffi é atriz, diretora artística e Co-Founder do Baseado em Fatos Surreais, com 26 anos de carreira como atriz e 14 como diretora e preparadora de elenco. Atua principalmente como Diretora Artística, Designer de Experiências e Treinadora de Comunicação. Executivos, escritores, empreendedores e palestrantes do TED além de artistas dos mais variados já passaram por esses treinamentos. 

O bacana desse podcast é a possibilidade de encontrar tanto episódios divertidos, que conseguem nos arrancar diversas gargalhadas e que facilmente nos identificamos, quanto episódios que falam sobre abuso e assédio, relacionamentos abusivos e o impacto na vida das “heroínas”, como são chamadas as mulheres que enviam suas histórias. 

É uma boa forma de passatempo durante a quarentena e uma oportunidade de refletir também sobre a sociedade que vivemos. O conteúdo está disponível em plataformas como Apple, Deezer, Google e Spotify. 

Texto: Carla Deminski

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: