Tudo bem não estar bem – Parte 2

Segundo Post dessa série especial do Setembro Amarelo vamos falar um pouco sobre como identificar o início da depressão. Lembrando que é muito importante ter um diagnóstico de um profissional da área e que esse post é um informativo sobre os sinais que devemos estar atentos para iniciar o quanto antes um tratamento adequado para a depressão, ansiedade ou estresse.

Muitas vezes crescemos ouvindo que chorar ou expressar sentimentos de forma aberta faz de você uma pessoa fraca ou sensível o que pode parecer algo ruim, mas na verdade é completamente normal e faz parte das nossas necessidades humanas: Compartilhar sentimentos! Por isso um dos primeiros sinais de uma sobrecarga emocional é não conseguir expressar seus sentimentos, se isolar e sofrer sozinho. Pode parecer a melhor solução em alguns casos, mas procure não guardar sentimentos ruins, eles não vão embora com o tempo, eles acumulam e podem desencadear em ansiedade ou depressão no futuro. Nesses casos sempre procure um amigo de confiança que você se sinta à vontade para conversar ou procure um atendimento profissional.

Por pressão muitas vezes paramos de fazer as coisas que gostamos e cortar esse prazer pessoal pode causar estresse e ansiedade, e esse é outro sinal importante: Deixar de fazer atividades que antes eram suas preferidas. Atividades artísticas como desenhar, tocar instrumentos musicais ou trabalhos manuais podem ajudar sua mente a estimular a ocitocina (hormônio do prazer/felicidade) assim como atividades físicas e leitura. Por isso se estiver se sentindo vazio, tente uma dessas sugestões, pratique esportes, comece um novo hobby ou ainda volte a fazer aquilo que você ama, mas que acabou deixando de lado por conta do trabalho ou outra circunstância. Reserve esse tempo para você!!

Infelizmente, hoje estamos em uma condição que gera muita ansiedade e quadros depressivos: O isolamento. Por conta da Pandemia estamos limitados a sair com os amigos e viajar, por isso o cuidado com nossa saúde mental precisa ser redobrado. Continue mantendo contato com seus familiares e amigos por meio de video chamadas, esse vínculo é importante para manter uma rede de ajuda caso alguém esteja se sentindo muito sozinho. Para nossa mente é importante também não estar sempre em confinamento, por isso se você mora em prédio ou em casa crie um hábito saudável de olhar para o horizonte ou dar uma volta na sua quadra (usando máscara), pois isso ajuda a mente a se concentrar melhor e dá a calma necessária para lidar com os problemas.

Seja sempre a ajuda que você deseja! Se você ou um amigo seu estiver passando por um momento difícil, lembre que você pode ser de ajuda e pode ser ajudado. Encontre ajuda, fale com um profissional, ligue 188 e receba apoio emocional. Acompanhe o instagram da @psicristinaconfortin que muitas das informações desse texto você também encontra lá! Beijos e boa semana para todos!!

Texto: Yolanda Fernandes e Psicóloga Cristina Confortin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: